Evento gastronômico Prado
EVENTOS E GASTRONÔMIA
julho 6, 2016
Residencial-do-mirante---Prais-do-prado
PRAIAS DO PRADO
julho 6, 2016
Parque-Nacional-Marinho-doss-Abrolhos

O Arquipélago de Abrolhos abriga uma das maiores concentrações de peixes por metro quadrado do planeta, em quantidade e variedade. Barracudas, sargo-de-beiço, budião, peixe-frade, guarajuba, pescadagaiva, bicudas, peixe-papagaio, peixe-cirurgião, peixe-anjo, peixeborboleta, cioba ou vermelho, agulha, moréia, baiacu-espinho, xaréus, jaguricá, balemas, piragicas, cereletis, cocorocas, badejos, cavalomarinho e ricos bancos de camarões formam o vasto ecossistema marinho, enfeitado pelos maiores e mais ricos recifes de corais de todo o Atlântico Sul.

Parque nacional Marinho dos Abrolhos Paraíso de águas rasas e cristalinas, Abrolhos reúne as condições perfeitas para a prática de mergulho, tanto do tipo contemplativo, quanto o de exploração de naufrágios, como o do famoso cargueiro Rosalina, que afundou no início do século XX, e nas cavernas submarinas, acompanhados de guias.

Um verdadeiro safári fotográfico a 30 m de profundidade, sob feixes de cores e luzes no silencioso e grandioso fundo do mar.Formado por cinco ilhas – Santa Bárbara, Sueste, Redonda, Siriba e Guarita – Abrolhos foi assim nomeado por conta de alertas dos navegantes portugueses no século XVI: “Quando te aproximares de terra, abre os olhos”.

Mas, o que antes representava um perigo às naus lusitanas, hoje se consolida como um dos mais belos roteiros ecoturísticos no litoral sul da Bahia, habitat de uma vasta fauna e flora marinha, e palco de cenários de rara beleza em um local abençoado ela natureza. Sob suas águas, o espetáculo fica por conta das Baleias Jubarte, que se exibem em saltos e piruetas aos olhos do visitante.

Na porção terrestre do Parque Nacional Marinho de Abrolhos, as tartarugas desovam, enquanto atobás, fragatas, pilotos e grazinas, em diferentes épocas do ano, dão o ar da graça para construir seus ninhos. O Parque recebe, anualmente, mais de 15 mil visitantes monitorados pelo IBAMA e pelo Instituto Baleia Jubarte. O farol (fabricado na França), localizado na ilha de Santa Bárbara, ilumina a noite dos navegadores.

Princesa de Abrolhos

È considerada um dos mais antigos marcos da colonização portuguesa no Brasil, despontando como importante cenário dos primeiros anos da história de nosso pais. A descoberta de carabelas foi feita por Américo Vespúcio e 1503. Ao longo da costa, perto da cidade, há bonitas praias, Kitongo, Grauçá e Iemanjá em Barra de Caravelas.

Caravelas se destaca pela sua importância turística, sendo porta de entrada para o arquipélago de Abrolhos, um dos mais belos paraísos do planeta, rota das baleias jubarte. Se encante com o centro histórico, os casarios coloniais com seus azulejos portugueses e de Macau dos séculos XVII e XVIII. A hospitalidade de seus habitantes e o magnífico pôr do sol do sereno rio Caravelas lhes dão as boas-vindas.